Uma granola caseira e vegana bem saborosa, prática e versátil que você vai ter que se segurar pra não comer tudo de uma vez.

Desde o começo do blog que a galera pede bastante por receita de granola. Já ensinei no snapchat algumas vezes, mas como senti que é uma receita que todo mundo quer ter acesso sempre, resolvi passar pra cá 🙂 De bônus, vou colocar uma receitinha de cookie que leva basicamente banana e granola! Simbora 😀

Bom, eu não tenho maturidade nenhuma pra granola, toda vez que que faço, tenho que me controlar um tico pra não abusar e comer tipo pipoca ou amendoim hahaha

Desde que aprendi a fazer minha própria granola, meu mundo se tornou mágico haha pode parecer exagero, mas a mágica está no fato de que pude, a cada receita, escolher todos os ingredientes e nutrientes que eu gostaria de ingerir nos próximos dias, pude variar os sabores, as combinações, e essa liberdade é encantadora 🙂

É como se a granola fosse uma tela em branco. Uma base simples de aveia e oleaginosas, com um tico de óleo e algo pra adoçar (ou salgar), e tcharaaam: você acabou de abrir o caminho para dezenas de variações que esse quitute te permite fazer.

Apesar de ser uma preparação super fácil, rápida e versátil, é bom seguir algumas diretrizes pra que ela fique mais saborosa e nutritiva, como se atentar ao tempo de forno, e aos ingredientes que você vai usar pra compor sua misturinha 🙂

A primeira dica que eu dou é: esteja atento ao açúcar! Tanto no carboidrato, quanto na forma de adoçar que você escolher. Faça escolhas inteligentes e que sejam condizentes com as suas necessidades. Aveia e flocos de arroz tem um teor mais alto de carboidrato do que quinoa e amaranto, por exemplo. Então vale pensar em qual o seu objetivo na hora de escolher quais as bases que você vai usar.


Varie sempre!
 
Não tenha medo de experimentar novas combinações e sabores, isso vai ajudar com que você tenha uma ingestão de nutrientes mais variada e rica 🙂 Use frutinhas diferentes, acrescente coco, especiarias, cacau, bota essa criatividade pra trabalhar e seja ousado.

Esteja livre pra fazer tudo a seu modo! A única regra na hora de preparar uma granola, é que não tem regra nenhuma! Você pode deixar o “adoçante” pra lá, pode querer não usar óleo nenhum… É obvio que o sabor e a textura vão sempre variar dependendo das suas escolhas, mas o importante é você gostar do que tá comendo 🙂 A vida é muito curta pra você perder tempo comendo um trem sem graça.

Escolha a temperatura certa! Lenta e baixa é a chave para dourar e deixar a granola crocante. Além do que, se a temperatura estiver muito alta, você pode acabar oxidando as oleaginosas e óleos que usar, ou queimando os grãos que estiverem por baixo, e daí ela vai ficar ruim e perder uma cambada de nutrientes.

Vou dar mais dicas adiante, mas antes, vamos à granola? 🙂

GRANOLA CASEIRA
Dê uma nota!
Imprimir
Tempo de Preparação
10 min
Tempo de Cozimento
20 min
Tempo Total
30 min
Tempo de Preparação
10 min
Tempo de Cozimento
20 min
Tempo Total
30 min
Ingredientes
  1. 2 xícaras de aveia em flocos grossos
  2. 1/2 xícara de coco em flocos
  3. 1/2 xícara de quinoa em grãos
  4. 1/2 xícara de flocos de milho sem açúcar
  5. 1/2 xícara de floquinhos de arroz
  6. 2 colheres de sopa de linhaça dourada
  7. 2 colheres de sopa de chia
  8. 2 colheres de sopa de gergelim
  9. 1 xícara de oleaginosas de sua preferência (usei semente de girassol, amêndoas e castanha do pará)
  10. 1 xícara de frutas secas (usei goji berry, cranberry e uvas passas)
  11. 1/4 de xícara de melado de cana
  12. 2 colheres de sopa de óleo de coco
  13. 1 colher de café de canela em pó
  14. 1 pitada de sal
Instruções
  1. Em um recipiente, aqueça o óleo de coco e o melado para que fiquem mais líquidos.
  2. Em uma assadeira grande, coloque todos os ingredientes, exceto as frutas secas e as oleaginosas.
  3. Despeje sobre os ingredientes a mistura de óleo de coco e melado e misture bem.
  4. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180°C por aproximadamente 15 minutos.
  5. Abra o forno e mexa de vez em quando para que toda a granola fique bem crocante.
  6. Acrescente as oleaginosas e leve ao forno por mais 5 minutos.
  7. Retire do forno e deixe esfriar por uns 15/20 minutos antes de acrescentar as frutas - se você armazenar ainda quente, vai acabar suando o potinho e ela não vai ficar crocante.
  8. Ao fim, acrescente as frutas e armazene bem 🙂 Dura uns 3 meses - se você não for gulosa como eu! hahaha
Observações
  1. Eu notei que muitas vezes as frutas secas acabam trazendo um pouco de umidade pra granola e fazendo com que ela perca a crocância mais rapido, então, se você achar melhor, pode colocar as frutinhas só na hora de comer mesmo 🙂
Flor de Sal http://flordesal.blog.br/
Viram como é super facil? 🙂 E o melhor é que dá pra fazer um tantão e deixar guardado pra ir consumindo aos pouquinhos, ou pra presentear alguém, e até pra fazer os cookies ali embaixo 😉  Mas antes de passar a receita dos cookies, queria te contar um segredinho: algumas especiarias liberam muito sabor quando aquecidas, então, vá acrescentando devagar até achar a quantidade ideal pro seu paladar.

Eu falei um tantão sobre substituições, mas sei que as vezes a gente se perde um pouco na infinidade de opções que a gente pode escolher. Pra dar uma clareada nas idéias, dá uma olhada no post das proteínas, nesse dos grãos, e/ou nesse sobre o ferro, assim você pode fazer escolhas cada vez mais bacanas 🙂

Cookie de Granola
Rendimentos 20
Dê uma nota!
Imprimir
Tempo de Preparação
2 min
Tempo de Cozimento
15 min
Tempo Total
17 min
Tempo de Preparação
2 min
Tempo de Cozimento
15 min
Tempo Total
17 min
Ingredientes
  1. 1 banana amassada
  2. 2 xícaras de granola
  3. (se a sua granola não levar chia ou linhaça, sugiro acrescentar pra ajudar na liga, ou mesmo usar um pouco de pasta de amendoim, que fica divino)
Instruções
  1. Preaqueça o forno a 180 graus.
  2. Misture a banana e a granola bem misturadinho ate virar um aglomerado.
  3. Molde bolachinhas e asse a 180 graus por aproximadamente 15 minutos ou até que esteja douradinho.
Observações
  1. Fica a dica pra quem quiser dar uma incrementada: acrescente nibs de cacau, essência de baunilha, troque a banana por pasta de oleaginosas ou outro ingrediente que dê liga, coloque gotas de chocolate, e por aí vai... 🙂
Flor de Sal http://flordesal.blog.br/
 Eu gosto bastante dessa combinação por causa dos sabores harmoniosos. Por sinal, uma dica de livro pra quem curte ousar nessas combinações é o Dicionário de Sabores 🙂 Ele apresenta uma infinidade de combinações de sabores possíveis por similaridade ou por contraste.

Se você gostou, comenta pra eu saber, heim? 🙂
Se fizer a receitinha, posta com a hashtag #flordesalblog pra eu ver 😉
Um beijão!

Eu sou a Gabi ? Sou arquiteta urbanista e metida a cozinheira! Desde que resolvi entrar no mundo do esporte, mudei minha alimentação e, consequentemente, meu olhar sobre o mundo e sobre o meu corpo. Hoje sou maratonista, me locomovo principalmente de bike, não consumo carne há três anos, intolerante à lactose, e vivo inventando moda na cozinha, onde aprendo muito todo dia ❤

Pin It on Pinterest

Share This