Panetone Vegano e Sem Glúten pra você se deliciar nesse Natal sem peso na consciência 🙂

Essa tradicional iguaria Natalina, é um pão doce, recheado de frutas secas, com fragrância bem característica e uma consistência maravilhosa que é resultado de um processo de fermentação natural. ❤

Existem muitas versões acerca da história desse pãozinho. Segundo uma das lendas, o panetone foi inventado por um padeiro que se chamava Toni e trabalhava numa padaria chamada Della Grazia, em Milão, em meados de 1400 e tantos. Toni, que era bem jovem, morria de amores pela filha de seu patrão e teria inventado o pão doce para impressionar o possível futuro sogro. Assim, os fregueses passaram a pedir o “Pani de Toni” (pão do Toni, em italiano), que depois começou a ser chamado de “panattón” (vocábulo milanês), e por fim de “panettone” (italiano).

 Hoje em dia existem inúúúmeras variações de panetones por aí. Para nossa alegria, recentemente apareceram muitas versões veganas e mais saudáveis também. 🙂

Fiz vários e vários testes até chegar nessa receitinha de panetone vegano e sem glúten. Alguns ficaram com a textura ruim, outros não gostei do sabor. Esse achei que ficou bem equilibrado 🙂 
Eu usei goma xantana pra ajudar na umidade, já que as massas sem glúten acabam por ressecar demais. Esse não é lá um ingrediente muito saudável, mas tudo bem usar vez ou outra. O que nos faz ser como somos é a habitualidade, não as exceções! (só não vale abrir exceções todos os dias, por favor né? hahaha)

Panetone Vegano Sem Glúten
Rendimentos 1
Com damascos e tâmaras pra ser diferentão.
Dê uma nota!
Imprimir
Tempo de Preparação
40 min
Tempo de Cozimento
40 min
Tempo Total
1 hr 20 min
Tempo de Preparação
40 min
Tempo de Cozimento
40 min
Tempo Total
1 hr 20 min
ESPONJA
  1. ​160ml (2/3 ​xícara​) de água
  2. ​Um sachê de fermento biológico seco
  3. 1 colher de sopa de açúcar mascavo
​MASSA
  1. ​​250 ml de suco de ​maça e laranja (1 maça sem semente batida no liquidificador com sumo de 2 laranjas)​
  2. 1 xícara de açúcar mascavo
  3. 2 colheres de sopa de psyllium ​hidratadas ​1/3 de xícara de água
  4. ​1 xicara de farinha de arroz​ integral
  5. 1​/2​ xícara de fécula de batata ou amido de milho
  6. 1​/2​ xícara de farinha de grão de bico
  7. 1 xícara de farinha de ​castanha de caju (pode ser outra farinha)
  8. 1 colher de chá ​rasa ​de goma xantana
  9. 2 colheres de sopa de vinagre de maçã
  10. 2 colheres de sopa de ​azeite
  11. ​​​4 colheres de sopa de essência de panetone​​
  12. ​2 colheres de sopa de raspas de laranja (casca)​
  13. Frutas secas e castanhas a gosto (usei damasco, tâmara e castanha de caju e ganache vegano - receita aqui: www.instagram.com/p/BKgBloiAOsu )
Instruções
  1. Preaqueça o forno a 250ºC.
  2. P​ara a esponja, aqueça ​a água por uns 30 segundos no fogão e misture o fermento biológico seco e 1 colher de sopa de açúcar mascavo​. Deixe descansando ​até que ele ative e comece a crescer.
  3. ​Coloque o psyllium ​para hidratar na água ​e ​reserve (pode ser chia ou linhaça triturada também).
  4. ​Em um recipiente, misture as farinhas e ​a ​goma xantana​ e reserve.
  5. ​Com um fouet (ou batedeira), bata ​​o açúcar mascavo, o suco, a essência de panetone​, o ​psyllium, ​e as raspas de laranja até que o açúcar se dissolva. Por último adicione o ferment​o e misture mais um pouquinho.​
  6. Com ​calma, vá adicionando ​a mistura seca de farinhas​, sempre aos pouquinhos e mexendo simultaneamente​. Quando a massa estiver homogênea ​acrescente o vinagre de maçã e ​o​ azeite (pode ser outro óleo que você tiver em casa) e incorpore à massa.
  7. ​Por fim, acrescente as frutinhas, chocolate, e o que mais você quiser, e misture​ cuidadosamente​ com uma ​colher​​​.
  8. Despeje a massa na forma de panetone e deixe crescer ​mais um pouco - uns ​15 minut​inh​os.
  9. ​Leve ao forno em fogo alto (250ºC) e, depois de 5 minutos, abaixe a temperatura para 180ºC e asse por mais uns 40 minutos (isso depende do seu forno! Fique de olho)
  10. Retire do forno e deixe esfriar para rechear.
Observações
  1. A mistura de farinha sem glúten continua em processo de preparo enquanto quente, portanto, se você comer ainda morno, estará comendo cru e com textura diferente do que a receita propõe.
Flor de Sal http://flordesal.blog.br/

 Algumas receitas de panetone tradicional levam muitos ovos. Se você está tentando adaptar alguma e tiver alguma duvida sobre como substituir os ovos em receitas, dê uma lida nesse post aqui.

Eu resolvi inventar moda também, e fazer uma versão com cacau na massa. Achei que ficou BEM gostoso! ❤ Se você fizer por aí, me conte o que achou, tá?

Panetone Vegano de Chocolate
Rendimentos 1
Com massa de cacau, bem chocolatudo ❤
Dê uma nota!
Imprimir
Tempo de Preparação
40 min
Tempo de Cozimento
40 min
Tempo Total
1 hr 20 min
Tempo de Preparação
40 min
Tempo de Cozimento
40 min
Tempo Total
1 hr 20 min
​ESPONJA
  1. ​160ml (2/3 ​xícara​) de água
  2. ​Um sachê de fermento biológico seco
  3. 1 colher de sopa de açúcar mascavo
​MASSA
  1. ​​250 ml de suco de ​maça e laranja (1 maça sem semente batida no liquidificador com sumo de 2 laranjas)​
  2. 1 xícara de açúcar mascavo
  3. 2 colheres de sopa de psyllium ​hidratadas ​1/3 de xícara de água
  4. ​1 xicara de farinha de arroz​ integral
  5. 1​/2​ xícara de fécula de batata ou amido de milho
  6. 1​/2​ xícara de cacau em pó de boa qualidade
  7. 1 xícara de farinha de ​castanha de caju (pode ser outra farinha)
  8. 1 colher de chá ​rasa ​de goma xantana
  9. 2 colheres de sopa de vinagre de maçã
  10. 2 colheres de sopa de ​azeite
  11. ​​​4 colheres de sopa de essência de panetone​​
  12. ​2 colheres de sopa de raspas de laranja (casca)​
  13. Chocolate picadinho e castanhas de caju a gosto. Para o recheio, usei caramelo, mas você pode usar esse doce de leite aqui: www.guianatureba.com.br/2016/12/20/doce-de-leite/
Instruções
  1. Preaqueça o forno a 250ºC.
  2. P​ara a esponja, aqueça ​a água por uns 30 segundos no fogão e misture o fermento biológico seco e 1 colher de sopa de açúcar mascavo​. Deixe descansando ​até que ele ative e comece a crescer.
  3. ​Coloque o psyllium ​para hidratar na água ​e ​reserve (pode ser chia ou linhaça triturada também).
  4. ​Em um recipiente, misture as farinhas e ​a ​goma xantana​ e reserve.
  5. ​Com um fouet (ou batedeira), bata ​​o açúcar mascavo, o suco, a essência de panetone​, o ​psyllium, ​e as raspas de laranja até que o açúcar se dissolva. Por último adicione o ferment​o e misture mais um pouquinho.​
  6. Com ​calma, vá adicionando ​a mistura seca de farinhas​, sempre aos pouquinhos e mexendo simultaneamente​. Quando a massa estiver homogênea ​acrescente o vinagre de maçã e ​o​ azeite (pode ser outro óleo que você tiver em casa) e incorpore à massa.
  7. ​Por fim, acrescente as castanhas, chocolate, e o que mais você quiser, e misture​ cuidadosamente​ com uma ​colher​​​.
  8. Despeje a massa na forma de panetone e deixe crescer ​mais um pouco - uns ​15 minut​inh​os.
  9. ​Leve ao forno em fogo alto (250ºC) e, depois de 5 minutos, abaixe a temperatura para 180ºC e asse por mais uns 40 minutos (isso depende do seu forno! Fique de olho)
  10. Retire do forno e deixe esfriar para rechear com o caramelo ou doce de leite
Observações
  1. A mistura de farinha sem glúten continua em processo de preparo enquanto quente, portanto, se você comer ainda morno, estará comendo cru e com textura diferente do que a receita propõe.
Flor de Sal http://flordesal.blog.br/

Algumas pessoas perguntam se pode substituir o suco da receita. Eu já fiz substituindo a maçã por cenoura, abobrinha, e inhame, e também deu certo, mas a laranja sempre mantenho pela acidez e sabor. Ela tem função na massa. Também recomendo usar as raspas da casca porque dá um saborzinho bem especial 🙂 

Essa receita saiu lá no portal do Bom Gourmet, da Gazeta do povo – confira ❤ Fiquei bem feliz 🙂

Bom, se você tiver alguma dúvida, é só deixar aí nos comentários que eu te ajudo!

Se gostou, comenta também que eu adoro saber a opinião de vocês 🙂 Um beijo e bom fim de ano!!

Eu sou a Gabi 😉 Sou arquiteta urbanista e metida a cozinheira! Desde que resolvi entrar no mundo do esporte, mudei minha alimentação e, consequentemente, meu olhar sobre o mundo e sobre o meu corpo. Hoje sou maratonista, me locomovo principalmente de bike, não consumo carne há três anos, intolerante à lactose, e vivo inventando moda na cozinha, onde aprendo muito todo dia ❤

Pin It on Pinterest

Share This