Uma torta salgada com sabor de Cheesecake Caprese, só que vegana, cheia de proteínas, super saborosa e linda de morrer ❤

Dizem por aí que o que a gente cozinha, e o fato de a receita dar ou não dar certo, é reflexo do que a gente está sentindo no momento em que cozinhamos. Pois bem, essa semana aconteceu tanta coisa bacana que o resultado de tanto sentimento bom foi essa lindeza aí 🙂 Acordei inspirada, e com uma idéias mirabolantes de receitas bem legais. Testei todas no fim de semana, algumas ainda preciso dar uma adaptadinha, mas acho que vocês vão gostar 😉 vou postando aqui aos pouquinhos.

Como contei pro pessoal lá no insta, estou numa fase “salgada” (#assimseja e assim permaneça hahaha) mas também tô evitando doces porque meu intestino está me pedindo mais carinho e amor ultimamente. 😛 Bom, a questão é que, como uma boa mineirinha, eu adorava queijo, e acho que minha salada preferida era caprese – me agradava a simplicidade dos ingredientes e como a combinação deles se transformava num prato com sabor tão bom 🙂 tentei levar isso pra torta salgada e achei que deu bastante certo!

Uma vez fiz aqui em casa umas entradinhas com um “creamcheese” vegano a base de tofu que ficou bem bom, e daí, sabe-se lá por quê, pensei: vou fazer um gigante! 😀 hahaha Pode ser que eu estivesse com fome, mas apostaria na minha “genética” exagerada que eu trouxe da descendência libanesa e italiana, e da mineirice ❤ 

Bom, essa torta salgada leva muitos ingredientes porque eu gosto de brincar com as coisas haha mas você pode substituir ou simplificar a receita, tá? Deixei algumas sugestões nas observações 🙂 Por isso eu repito: sempre leiam as observações hahaha

Aproveitei que era um teste de receita e pela primeira vez usei a farinha de sorgo – já adianto: curti muito! O sorgo é um grão originário da África e da Índia, é naturalmente sem glúten, fonte de fibras, fósforo, manganês, selênio e bastante magnésio. Entre seus principais benefícios, vale listar: ajuda na redução do colesterol, menor incidência de câncer de cólon, controle da glicemia, e dá aquela forcinha pro intestino.

Como eu tô sempre procurando aumentar o teor de proteínas das minhas preparações por causa dos treinos constantes, fiz o recheio com bastante tofu, mas a maravilha vai muito além disso, a receita toda tem muito nutriente bom pro corpitcho 🙂 E apesar de parecer complicada, é bem fácil, porque é basicamente misturar tudo e assar hahaha Ah, e tem muita coisa que pode ser substituída caso você não tenha em casa ou não encontre pra comprar, mas vale lembrar que o sabor a densidade nutritiva não será a mesma, tá?

TORTA SALGADA | CHEESECAKE CAPRESE
Rendimentos 12
Proteica, levinha, e surpreendente 🙂
Dê uma nota!
Imprimir
Tempo de Preparação
8 hr
Tempo de Cozimento
1 hr
Tempo Total
9 hr
Tempo de Preparação
8 hr
Tempo de Cozimento
1 hr
Tempo Total
9 hr
Ingredientes
  1. (usei muitos ingredientes porque eu gosto haha mas nas observações tem possíveis substituições e simplificação da receita 😉 )
  2. INGREDIENTES DA BASE
  3. 1 xícara de farinha de sorgo (100gr)
  4. 1 xicara de farinha de trigo (120gr)
  5. 1/2 xícara de farinha de aveia (50gr)
  6. 1/4 xícara de amêndoas trituradas
  7. 1/3 xícara de azeite (80ml)
  8. 1/2 xícara de água (120ml)
  9. 2 colheres de sopa de psyllium (10gr)
  10. 1 colher de sopa de pasta de amendoim
  11. Sal a gosto (usei 1 colher de café cheia)
  12. INGREDIENTES DO CREME
  13. 500gr de tofu drenado
  14. 1 xícara de leite de coco (250ml)
  15. 1 xícara de farinha de arroz integral
  16. 1/3 de xícara de biomassa de banana verde (90gr)
  17. 2 colheres de sopa de castanha de caju hidratada (20gr)
  18. 2 colheres de sopa de azeite
  19. 2 colheres de sopa de tahine
  20. suco de 1/2 limão
  21. 2 dentes de alho
  22. 1 colher de sopa de nutritional yeast
  23. 1 colher de sopa de polvilho doce
  24. 1 colher de sopa de fermento em pó
  25. Sal, pimenta do reino e cardamomo a gosto
  26. INGREDIENTES DA COBERTURA
  27. 300gr de tomate cereja
  28. 100gr de pimentão amarelo
  29. 2 colheres de sopa de azeite
  30. 1 dente de alho macerado
  31. Sal a gosto
  32. INGREDIENTES DO MOLHO
  33. 200ml de azeite balsâmico
  34. 1/4 de xícara de açúcar mascavo
Instruções
  1. PREPARO DA BASE
  2. Preaqueça o forno por 10 minutos a 250 graus.
  3. Em um recipiente grande, misture todos os ingredientes com a mão, até que vire uma massa homogênea. Deixe descansar por uns 5 minutos pra que o psyllium ajude a dar liga.
  4. Abra a massa numa forma redonda e untada e faça furinhos com o garfo. Asse por 15 minutos.
  5. PREPARO DO CREME
  6. Deixe a castanha de caju hidratando da noite pro dia.
  7. Com um pano, retire o excesso de líquido do tofu.
  8. Bata todos os ingredientes (menos o fermento) no liquidificador ou processador por aproximadamente 5 minutos, ou até que a massa esteja bem lisinha e homogênea.
  9. Acrescente o fermento e incorpore à massa.
  10. Depois que a base estiver assada, coloque o creme por cima e asse por mais 40-50 minutos a 220 graus.
  11. PREPARO DA COBERTURA
  12. Lave bem os legumes, corte os tomatinhos ao meio e pique os pimentões em quadradinhos.
  13. Coloque todos os ingredientes numa forminha de vidro e leve ao forno por 20 minutos.
  14. Depois retire o excesso de água e coloque tudo em cima da torta já assada.
  15. PREPARO DO MOLHO
  16. Coloque o balsâmico e o açúcar em uma panelinha e, em fogo baixo, vá mexendo até que o açúcar derreta, o balsâmico reduza bem e fique mais grossinho. Jogue o molho por cima da torta, e finalize com folhinhas de manjericão.
Observações
  1. Você pode fazer a torta somente com farinha de trigo também, é só substituir todas as outras farinhas na mesma quantidade.
  2. As amêndoas podem ser substituídas por qualquer oleaginosa que você goste, assim como a pasta de amendoim. A pasta de amendoim pode até ser substituída por mais azeite, mas daí você tem que prestar atenção na quantidade pra não ficar mole demais 😉
  3. O psyllium pode ser substituído por chia ou linhaça triturada.
  4. No creme, a farinha de arroz foi usada por não interferir na cor branquinha, mas pode ser substituída por qualquer outra também. Usei a biomassa pra acrescentar nutrientes e ajudar na consistência, mas você pode tentar substituí-la por mais tofu ou mesmo por uma pastinha grossa de inhame ou mandioca (mas eu nunca tentei, então não garanto)
  5. A castanha de caju pode ser retirada da lista, se você preferir, bem como o nutritional yeast e o tahine. Sempre lembrando que o sabor não será o mesmo, mas também não vai ficar ruim, tá? haha
  6. Se quiserem substituir ou tirar mais alguma coisa, deixem aí no comentário que eu tento ajudar 🙂
Flor de Sal http://flordesal.blog.br/

Espero que tenham gostado do post, e que gostem da receita 🙂
Se eu puder dar uma dica: não deixem de colocar a redução de balsâmico porque faz bastante diferença 😉 Existem uns já prontos no supermercado se você tiver preguiça de fazer.

Agora que você já leu até aqui, deixa um comentário preu saber o que você achou? ❤

Eu sou a Gabi ? Sou arquiteta urbanista e metida a cozinheira! Desde que resolvi entrar no mundo do esporte, mudei minha alimentação e, consequentemente, meu olhar sobre o mundo e sobre o meu corpo. Hoje sou maratonista, me locomovo principalmente de bike, não consumo carne há três anos, intolerante à lactose, e vivo inventando moda na cozinha, onde aprendo muito todo dia ❤

Pin It on Pinterest

Share This