Dá pra viver sem shampoo! Eu também duvidava, mas resolvi arriscar e contei tim tim por tim tim nesse post 🙂

Depois que eu contei lá no instagram que parei de usar shampoo, meu direct choveu de perguntas – o que eu adoro! É super legal ver que vocês, além da alimentação, se importam também com outras coisitas que muitas pessoas não percebem, mas são tão importantes quanto.
A questão do shampoo e do condicionador me incomodava já fazia bastante tempo – tanto pela quantidade de poluentes, quanto pelos agentes cancerígenos e alergênicos que eles tem e quantidade de lixo que geram – mas como eu sabia que rolava um tempo de adaptação, e meu cabelo sempre foi bem oleoso na raiz e seco nas pontas, esperei o inverno desse ano pra começar a mudança, assim eu poderia usar uma touca, caso o trem ficasse feio hahaha

Eu já contei algumas vezes que o fator ambiental sempre me movimenta pra algumas mudanças. Foi assim com a alimentação (e o “nascimento” do GoodTruck), com o shampoo e o condicionador, com o detergente, e mais recentemente com o guardanapo de pano que tenho mantido na bolsa. Mas já parou pra pensar que, muito além do fator ambiental, a questão da cosmetologia, tem muito a ver com a nossa saúde geral também?! Uai, é só lembrar das aulas de ciências que a gente tinha quando pequeno: você provavelmente aprendeu também que o maior órgão que a gente tem é a pele. Sendo assim, já pensou quanta besteira a gente “ingere” através dela? Desde os produtos de beleza, até os produtos químicos que a gente usa pra limpar a casa. Pois bem, comecei a pensar: de que adianta cuidar da alimentação se eu não me atentar ao resto também? E resolvi ser cobaia de mim mesmo. (Nesse post do #desafioflordesal falamos um pouco sobre o papel da pele no processo de detoxificação, dá uma olhada).

Confesso que quando comprei o primeiro shampoo em barra, fui totalmente no impulso. Eu já tinha ouvido alguma coisa sobre por causa da minha amiga Cristal, que também usa, e da Ana, que tem uma empresa de saboaria natural maravilhosa, e eu até já usava o vinagre de maçã algumas vezes, mas não tinha lido nadinha a respeito antes. #alouca haha Meu shampoo normal tinha acabado, meu condicionador também, eu estava na feirinha orgânica, a lojinha da Cativa também, a gente se olhou, rolou uma química (ou não, no caso haha) e acabei comprando.

O shampoo em barra, ou shampoo sólido, é um produto desenvolvido pra higienizar o couro e os fios do cabelo, e que podem trazer outros benefícios associados, como brilho e hidratação – mas isso só diz respeito ao formato de apresentação, por isso é importante ficar atento à formulação do shampoo que você escolher. Dê preferência àqueles que não possuem na sua formulação ingredientes como: sulfatos, silicones, parabenos, óleos minerais ou parafina líquida, e petroquímicos. Parece difícil, mas não é! Pra saber como identificar esses produtos nos ingredientes do seu shampoo, dê uma olhadinha nesse post e nesse post, e pra saber  o que é cada um deles, leia esse aqui.

A PRIMEIRA SEMANA

Fiz tudo errado! hahahaha Eu sabia que existia um período de transição, então já estava esperando que meu cabelo fosse ficar uma verdadeira meleca, e ficou! Eu não me incomodei pois já estava preparada pra isso! Ele ficou bem oleoso, e não só na raiz, no comprimento todo, coisa de louco. Tentei lavar todo dia pra ver se melhorava, e nada. Pensei: vou precisar fazer umas orações presse cabelo melhorar logo. hahaha

SEGUNDA SEMANA

Cansei de ser besta e resolvi ler sobre shampoo em barra. Coincidentemente a Ana postou um artigo sobre esse assunto no facebook da Tropica e eu abri pra ler, foi tipo life changing! Compartilhei minhas impressões no stories e a Cristal também me deu um puxão de orelha pois ela já tinha feito um post sobre isso no blog dela, então fui ler também. (Leia o post da Ana e o da Cristal). E não é que adotando algumas práticas bem basiconas, o cabelo começou a melhorar?

FELIZES PARA SEMPRE

A partir daí o cabelo estabilizou e fomos felizes para sempre. O primeiro shampoo que usei foi um de Pitanga, pra cabelos oleosos, da Cativa. Achei o cheirinho maravilhoso e, apesar de usar o vinagre para “condicionar”, o cabelo estava sempre cheiroso. Depois acabei comprando um da Tropica Botanica, de . Achei que com o da Tropica meu cabelo ficou um pouco menos cheiroso, mas ainda assim cheiroso haha mas ficou menos oleoso, e achei que ele durou mais também – não sei se foi porque aprendi a usar direitinho, mas fica aqui meu relato.
Ah, quando o meu primeiro shampoo acabou eu estava em Campinas e não fazia ideia de onde encontrar, então acabei lavando com um da BioExtratus que a Pri tinha em casa, que era mais natureba, mas ainda assim tinha um pouco de química – foi muito louco! De um dia pro outro, meu couro cabeludo começou a descascar loucamente e só normalizou uns 6 dias depois que voltei a usar meu shampoozinho natural. Mas hoje estamos aqui sendo felizes hahaha Ah, e ele cresceu muuuuuito de lá pra cá, bem mais rápido que do que eu tava acostumada. 

IMPRESSÕES GERAIS

Comparando meu cabelo de antes com o cabelo de hoje: não vou mentir pra vocês, nunca fui a louca da hidratação, meu cabelo é liso e nunca me deu muito trabalho. Eu usava sim uns silicones de vez em quando, hidratava vez ou outra, mas nunca fiz uma hidratação intensiva em salão, por exemplo. A única coisa que me incomodava é que ele era bem oleoso, então de vez em quando eu fazia luzes pra dar uma equilibrada na raiz, mas as pontas ficavam mais sequinhas – até porque meu cabelo é enorme. 

Hoje, ele continua liso igual, ás vezes fica com algum frizz quando o tempo tá maluco, mas eu entendo que é estática e que a vida é feita de escolhas, e eu escolhi levar de um jeito mais natural (e assim, não é nenhum super frizz que me incomode horrores). Agora no inverno Curitibano – estilo Frozen – eu tenho usado bastante cachecol e blusas com golas mais altas, então meu cabelo tem feito bastante nó na região da nuca. Acredito que também seja porque não tem nenhum silicone ali, e porque meus fios são finos e compridos. A maravilha da vida: ele deixou de ser oleoso! Juro! Consigo lavar dia sim, dia não, tranquilamente, e no terceiro dia ele nem tá tão oleoso assim, mas eu não consigo ficar mais tempo que isso sem lavar porque sinto o couro cabeludo meio sujo e porque as pontas vão ressecando. Também notei que ele ta tão brilhante quanto antes ♥ mas nada se compara ao peso que tirei da consciência hahaha

Uma coisa bem legal de ressaltar: muita gente diz que “essas coisas são caras”, mas, sinceramente, gasto menos com o meu cabelo hoje do que antes! Uma barrinha de shampoo custa entre 20,00 e 25,00 (dos que eu comprei), o vinagre de maça, uns 8,00, óleo de coco 20,00 e tudo isso dura muito. Fazendo aqui uma estimativa, devo gastar, quando muito, uns 25,00 por mês. Duvido que você gaste menos que isso usando produtos industrializados!

DICAS DE CUIDADO

Vou contar o que eu tenho feito e que tem funcionado pra mim! 🙂 Vale lembrar sempre que nada é regra e que cada organismo reage de um jeito pra cada mudança que a gente faz.

  • Comece pelo condicionador: notei que meu cabelo ficou bem oleoso no começo porque eu troquei tudo de uma vez. Uma boa dica é, antes de começar, fazer uma ou duas boas lavagens só com o shampoo, pra tirar todo vestígio de condicionador que seus fios tiverem. Isso porque o shampoo natural não tem tanta força pra limpar toda química sozinho.
  • Molhe bem e esfregue bastante: como eu disse ali em cima, o shampoo natural é mais “fraquinho” e não tem tanto potencial de limpeza. Então você vai precisar esfregar bem mais pra limpar seu cabelo. Aqui, eu molho bastante meus fios, esfrego a barra com as mãos, fazendo uma espuminha, e depois passo na raiz, parte por parte, com cuidado, pra que ele fique bem limpinho.
  • Enxágue bem: não sei como vai ser pra você, mas aqui, ao enxaguar, o cabelo faz até um barulhinho quando os dedos deslizam pelo cabelo, de tão limpinho. Eu gosto ♥ hahaha 
  • Repita o processo: se você achar que seu cabelo não ficou tão limpinho, repita o processo, mas fazendo com cuidado, não tem erro 🙂
  • Condicione com vinagre de maçã: mas faça direitinho! Uso 1 colher de sopa pra 1 litro de água. e vou usando no decorrer das lavagens. Aqui vou colocar um pedacinho do texto da Ana (que citei acima) que mudou tudo pra mim:
    • A primeira coisa a se considerar quando entramos nesse assunto é o pH dos shampoos sólidos naturais, que sempre será alcalino, geralmente variando de 8 a 10. Considerando que o pH ideal dos fios é 5,5, um produto de pH alcalino pode elevar a energia eletrostática nos cabelos, aumentando a repulsão e fricção entre os fios. Muitas pessoas utilizam shampoos sólidos e não sentem essa alteração. Outras, no entanto, são adeptas do enxague com vinagre (de maçã e orgânico) após a lavagem com o shampoo natural – o pH ácido dessa solução re-equilibra a estática dos fios e os deixa mais soltos e leves. Para o enxágue com vinagre de maçã orgânico: Dilua 1 colher de sopa (15 mL) de vinagre de maçã em 1L de água filtrada e finalize os fios após retirar todo o shampoo. Essa pequena diluição é suficiente para um pH em torno de 3 que ajudará a balancear a estática dos fios.”
  • Hidrate com óleos naturais: de 15 em 15 / 20 em 20 dias, hidrato meu cabelo com óleo de coco. Passo e deixo uns 20 minutos antes de lavar. No banho, lavo BEM lavadinho com o shampoo, espalhando pelo comprimento, e nesse dia não uso o vinagre. De vez em quando, uso um óleo de argan puro e natural (que trouxe do Marrocos) pra dar uma umedecida nos fios depois do banho.

EXTRA

Tô achando maravilhoso porque, além da parte ambiental que comentei, não incentivo o teste em animais, uso somente o que a natureza pode me oferecer, posso fomentar a economia local, comprando da Ana 🙂 , produzo menos lixo, consigo conversar com o produtor sobre os ingredientes e modo de produção, e ainda incentivo um trabalho lindo, comprando de uma mulher que ergue as mangas, estuda e trabalha maravilhosamente.

Bom, o post já ta absurdamente grande, então vou parar por aqui, mas se você tiver mais alguma dúvida, deixa aí nos comentários que eu farei o possível pra responder 🙂 Espero que tenha gostado do post! Deixa o seu feedback pra eu ficar feliz e não esqueça de compartilhar o conteúdo com o quem você conhece pra inspirar e informar outras pessoas ♥ Obrigada por me acompanhar nessa saga de cuidados naturais para o cabelo 😉

PS: Aqui no meu instagram pessoal tem fotos mais antigas e você pode ver como meu cabelo era antes 🙂

Eu sou a Gabi ? Sou arquiteta urbanista e metida a cozinheira! Desde que resolvi entrar no mundo do esporte, mudei minha alimentação e, consequentemente, meu olhar sobre o mundo e sobre o meu corpo. Hoje sou maratonista, me locomovo principalmente de bike, não consumo carne há três anos, intolerante à lactose, e vivo inventando moda na cozinha, onde aprendo muito todo dia ❤

Pin It on Pinterest

Share This