Essa receita de granola caseira é vegana, sem açúcar refinado, super crocante, prática, e o melhor: TEM GOSTINHO DE NUTELLA! ♥ 

Fazer granola caseira é mais fácil do que parece, e beeem melhor porque assim você consegue saber quais são os ingredientes usados, e não vai correr o risco de comer um monte de bobagem com nome esquisito – muito comum nas granolas industrializadas por aí. Já ensinei uma granola caseira doce basicona aqui faz tempo, e mais recentemente uma salgada e sem glúten, mas achei que tava na hora de inovar, então criei essa nova versão, que tem aroma de Nutella ♥ 

A melhor parte de fazer caseira é que a receita é super versátil: você pode variar os ingredientes de acordo com o seu gosto! Pra estimular a sua criatividade e evitar que alguma coisa dê errado, preparei uma “fórmula mágica da granola perfeita” 😀 É só seguir as orientações e arrasar!

GRANOLA DOCE: uma fonte de gordura boa + adoçante (leia-se qualquer coisa que adoce ou remeta ao adocicado) + cereais integrais + oleaginosas, sementes e/ou frutas secas (opcional) + especiarias (opcional)

GRANOLA SALGADA: uma fonte de gordura boa + sal + cereais integrais + oleaginosas , sementes e/ou frutas secas (opcional) + ervas secas e/ou especiarias (opcional)

PS: se você não souber muito bem que ingredientes usar, dê uma olhadinha nesse Manual Pratico de Grãos Saudáveis  que preparei com bastante carinho um tempo atrás 🙂 E se quiser um outro lanchinho gostoso e nutritivo, super recomendo essa Barrinha de Cereal Fácil ♥

A granola doce pode ser consumida no café da manhã ou como um snack entre as refeições (só não recomendo à noite, pois nessa hora seu intestino quer se preparar pra dormir, não pra digerir fibras haha). Acompanhada de frutas, iogurte vegetal, leites vegetais ou pura mesmo, já que é bem saborosa e tem alta densidade nutritiva, ou seja, não contém calorias “vazias” (que não apresentam valor nutricional e elevam o estoque de energia, resultando em excesso de gordura e em doenças crônicas).

E se você (ou sua família/amigos) ainda está cheia de dúvidas achando bobeira preparar granola caseira, faça um exercício simples: pegue um pacote dessas do supermercado, leia os ingredientes e, se você conhecer TODOS eles (ou seja, conseguir comprar cada um deles separadamente aí no supermercado mesmo) pode levar 🙂 mas se tiver um ou mais ingredientes que você desconhece ou mal consegue pronunciar, saia correndo de perto o quanto antes hahaha 😛 Brincadeiras à parte, sei que muita gente acha mais barato comprar pronta, mas lembre-se: quando se trata de saúde o barato sempre sai caro (a longo prazo)! O que você pode fazer, nesse caso, é substituir os ingredientes mais caros por alguns mais baratinhos e comprar em casas de ingredientes naturais à granel – dê uma pesquisadinha ou pergunte pros amigos onde encontrar um preço bacana 

Espero que esse post te estimule a criar e recriar versões deliciosas de granola ♥ Depois me conte o que achou aí nos comentários e compartilhe suas invenções comigo usando a hashtag #granolaflordesal e/ou #flordesalblog

Granola sabor Nutella
Super saborosa, crocante, cheia de fibras e antioxidantes 🙂 Rendimento aproximado: 4 xícaras
Dê uma nota!
Imprimir
Tempo de Preparação
10 min
Tempo de Cozimento
20 min
Tempo Total
30 min
Tempo de Preparação
10 min
Tempo de Cozimento
20 min
Tempo Total
30 min
Ingredientes
  1. 2 xícaras de aveia em flocos grossos
  2. 2 colheres de sopa de chia ou linhaça
  3. 1 xícara de avelãs (separe em 1/4 + 3/4)
  4. 1/2 xícara de amêndoas
  5. 1 colher de sopa de cacau em pó 100% (de boa qualidade)
  6. 3 colheres de sopa de melado de cana
  7. 2 colheres de sopa de manteiga de cacau ou óleo de coco
  8. 1 colher de café de extrato de baunilha
  9. 1/2 xícara de tâmaras picadinhas
  10. 1/2 xícara de gotas ou lascas de chocolate
Instruções
  1. Num liquidificador, bata 1/4 de xícara de avelãs até virar uma farofinha (essa parte do preparo é opcional, mas isso vai fazer com que seu preparo fique com ainda mais sabor de nutella)
  2. Em uma assadeira, misture a aveia, a chia, as avelãs (farofinha também), as amêndoas, o cacau e mexa bem.
  3. Acrescente o melado, a manteiga de cacau (ou óleo de coco) já em estado líquido e a baunilha por cima da mistura e mexa até que tudo esteja meio úmido.
  4. Leve ao forno por aproximadamente 20 minutos a 180ºC - a cada 7 minutos, abra o forno e dê uma mexidinha pra que tudo fique igualmente crocante 🙂
  5. Quando terminar, retire a granola do forno, espere esfriar e acrescente as tâmaras picadinhas e o chocolate.
  6. Armazene (o quanto antes) em um pote hermeticamente fechado por até 2 meses.
Observações
  1. Leia as dicas abaixo 🙂
Flor de Sal http://flordesal.blog.br/

PONTO DE ATENÇÃO

  • A granola é um preparo fácil, mas requer atenção! Como seus ingredientes são “delicados”, queimam facilmente caso você se distraia, portanto, quando fizer, lembre-se de estar por perto e sempre de olho. A ideia é ter uma granola crocantinha, saborosa e aromática; não dura, torrada e com gosto de asfalto hahaha

SUBSTITUIÇÕES

  • Aveia em flocos POR quinoa e arroz em flocos
  • Avelãs e amêndoas POR qualquer outra castanha
  • Manteiga de cacau POR óleo de coco

DO SEU JEITINHO

  • Acrescente sabores! Use a criatividade para brincar com os sabores da sua granola. Eu, por exemplo, adorei colocar uma pitadinha de canela na minha 🙂 

ARMAZENAMENTO | CONGELAMENTO

  • Depois de pronta, mantenha em um recipiente hermeticamente fechado por até 2 meses. Aqui em casa nunca durou mais que 1 mês, então não sei dizer se ela continua crocante e com sabor ok até lá haha mas em teoria, pode deixar guardada sim e, desde que mantenha bem fechadinha, deve continuar boa por até 2 meses 🙂

OPÇÕES DE COCÇÃO

  • Você pode fazer a granola numa frigideira também 🙂 Eu acho mais trabalhoso, mas tem quem ache mais prático. O processo é basicamente o mesmo, a única diferença é que na frigideira é necessário ficar mexendo sempre pra que não queime. Em fogo baixo, deve levar uns 5 minutinhos (ou menos) para ficar pronto.

DICA FLOR DE SAL

  • A granola caseira é uma ótima opção para adicionar nutrientes e textura à preparações. Eu adoro comer com banana ou iogurte vegetal, por exemplo, para estimular a mastigação, compor sabor, ajudar a diminuir o índice glicêmico e, claro, dar aqueeeeela crocância 🙂 hahaha Se eu fosse você, já faria logo um potão pra deixar guardado. 😉

Eu sou a Gabi ? Sou arquiteta urbanista e metida a cozinheira! Desde que resolvi entrar no mundo do esporte, mudei minha alimentação e, consequentemente, meu olhar sobre o mundo e sobre o meu corpo. Hoje sou maratonista, me locomovo principalmente de bike, não consumo carne há três anos, intolerante à lactose, e vivo inventando moda na cozinha, onde aprendo muito todo dia ❤

Pin It on Pinterest

Share This